PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Câmera flagra polícia realizando disparos em carro de suspeitos

Cotidiano

18 de outubro de 2021 18:03

Da Redação


Relacionadas

Serviços sobre IPVA podem ser solicitados pela internet

Rottas conquista Prêmio Incorporador do Ano de 2021

Safra de grãos no PR pode chegar a 25,61 mi de toneladas

Polícia revela causa da morte de Marília Mendonça
Vendedor se passa por mulher e joga óleo quente em jovem
Bélgica detecta 1º caso da nova variante da Covid na Europa
Governador detalha plano de operação com fim do pedágio
PUBLICIDADE

No confronto com a polícia, 3 suspeitos acabaram mortos pelos oficiais de segurança

Uma câmera de segurança flagrou o momento em que a equipe do Choque, da Polícia Militar (PM), tentou parar o veículo em que estavam os três suspeitos que morreram durante um confronto com policiais entre Sarandi e Maringá, na tarde de domingo, 17. Os policiais de Maringá foram acionados pelas equipes de Marialva e tentaram fazer o cerco aos suspeitos. 

Na imagem, é possível ver que os policiais deram voz de abordagem e tentaram parar o veículo, mas os suspeitos tentaram fugir mais uma vez. Os três suspeitos teriam assaltado uma chácara em Marialva na noite de sábado, 16, e uma casa também em Marialva, na tarde de domingo, 17, e estavam fugindo das equipes policiais. Eles atiraram contra as equipes durante a fuga. Os três morreram durante o confronto.

Segundo informações do Instituto Médico Legal (IML) de Maringá, os três suspeitos são Rudson Vinicius Caetano Francisco, de 19 anos, Emerson Rodrigues da Costa, de 26 anos, e Rafael Ribeiro, cuja idade não foi informada. O momento da abordagem também foi registrado por uma pessoa que passava pelo local e o vídeo viralizou nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver viaturas da Polícia Militar se aproximando do carro onde estavam os suspeitos e, segundos depois, vários tiros são ouvidos.

A Polícia Militar se pronunciou nesta segunda-feira, 18, sobre as mortes de três suspeitos em confronto com equipes do Pelotão de Choque e Rotam. Segundo a PM, foram três tentativas de abordar o veículo. Veja abaixo o que disse o tenente Nilson Roberto de Moraes Amador, Oficial de Comunicação do 4º Batalhão de Polícia Militar.

PUBLICIDADE

Recomendados