PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Princesa dos Campos projeta dobrar faturamento

Ponta Grossa

04 de agosto de 2021 21:00

Fernando Rogala


Relacionadas

Ponta Grossa terá ato contra Bolsonaro em 2 de outubro

PG realiza nova chamada para serventes escolares

Inscrições do PSS para professores são prorrogadas

Instituto dos Óculos realiza promoções no mês do cliente
Após dois anos, PG retoma agenda de shows nacionais
Mulher cai de cara ao descer de maca de socorristas em PG
Mãe e filho são detidos por tráfico de drogas em Uvaranas
O CEO do Expresso Princesa dos Campos, Gilson Barreto, detalhou esse crescimento e metas futuras em live no Portal aRede Foto: Arquivo aRede
PUBLICIDADE

Meta é almejada pela divisão de encomendas até 2025, com a expansão de sua atuação pelo país. Empresa cresceu 23% no primeiro semestre de 2021


Após crescer acima da média nacional que o setor de transporte em 2020, a Princesa dos Campos Encomendas prevê uma expansão ainda maior em 2021. No ano passado, que foi marcado pela pandemia e seu impacto negativo na economia nacional, a empresa se destacou especialmente no segundo semestre, e viu seu faturamento anual aumentar 13% na comparação com 2019. Em 2021, o primeiro semestre foi marcado por uma alta de 23% no faturamento, contribuindo para a meta da Princesa dos Campos Encomendas, de faturar R$ 128 milhões ao final do ano. Esse é um dos passos dentro de um plano maior, de dobrar o faturamento no período de cinco anos. 

Em entrevista ao Portal aRede, na tarde desta quarta-feira (4), o CEO do Expresso Princesa dos Campos, Gilson Barreto, detalhou esse crescimento e as metas futuras da empresa. “Foi um ano surpreendente pra gente”, resumiu Barreto, ao falar sobre 2020. De acordo com ele, como as pessoas não podiam circular, devido à pandemia, foram as cargas que precisaram circular mais, e com os diferenciais ofertados pela empresa nos estados onde atua, foi possível que a empresa ganhasse mercado. Foi um crescimento tão expressivo que fez inverter a razão da receita, que era 60% do transporte de passageiros e 40% do transporte de encomendas, e agora é a área de transporte que predomina.

A maior agressividade comercial nos estados onde atua, assim como maior disponibilidade de transporte nos municípios foram diferenciais para a expansão também neste ano, aponta o CEO. “O Primeiro semestre foi espetacular. Enquanto o mercado cresceu 12%, nós crescemos 23% na nossa operação de encomendas. Mas como o segundo semestre 2020 foi muito bom, manter os 23% do início do ano é difícil, então a expectativa é crescer 15% em relação a 2020”, detalha. Dessa forma, o faturamento consolidado, de R$ 113 no setor de encomendas em 2020, deverá saltar para R$ 128 milhões em 2021. 

Segundo Gilson Barreto informou, a empresa pretende duplicar de tamanho dentro dos próximos anos, objetivo que deverá ser alcançado com a expansão de atuação em outros locais. “Temos o plano de, até 2025, dobrar o tamanho da nossa operação de encomendas. Para isso, estamos redesenhando novas operações, novas cidades que não operamos, ou que operávamos de maneira mais tímida nos estados onde já estamos há um tempo. Então, no Paraná, onde 70% do nosso movimento está, intensificaremos e, em breve, podemos anunciar novas regiões que poderão ser atendidas”, conclui


Empresas são principais clientes

A parte dominante do transporte da Princesa dos Campos Encomendas é para empresas, como comerciantes, indústrias e outros clientes, havendo um mínimo de transporte para pessoas físicas. São cerca de 600 veículos trabalhando todos os dias em inúmeras cidades do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo, sendo as cidades polo para a empresa a capital paranaense (Curitiba) e cidades como Ponta Grossa, Londrina, Maringá. “Entregamos em menos de 18 horas na cidades que compõem 75% do PIB. Nós escutamos dos nossos clientes: se quiser que sua encomenda chegue antes do meio-dia, utilize a Princesa dos Campos. Isso foi construído há um longo tempo”, diz Barreto, lembrando que a Princesa dos Campos Encomendas tem uma história de 36 anos


Empresa destina R$ 10 milhões para a renovação da frota

A empresa irá investir R$ 10 milhões, ainda neste ano, para a renovação de frota. Gilson Barreto relata que esse aporte será aplicado tanto no transporte de passageiros quanto no transporte de encomendas. “Graças ao resultado que tivemos, liberamos uma rodada de investimento de R$ 10 milhões na aquisição de ônibus, caminhões e veículos de apoio. Nossas frotas estão entrando novamente no plano de renovação, mantendo sempre a frota atualizada, moderna, trazendo mais qualidade e segurança aos passageiros, para quem transporta carga e colaboradores dos veículos de apoio. E já temos investimentos planejados para o ano que vem”, concluiu o executivo. Hoje a empresa possui uma frota total de 800 veículos em todas as suas operações e conta com um quadro de 1,1 mil colaboradores.

PUBLICIDADE

Recomendados