PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Atlético-MG e São Paulo avançam na Libertadores

Esporte

21 de julho de 2021 07:52

Agência Brasil


Relacionadas

Operário e CCR RodoNorte entregam cestas básicas

Sepam representará PG na fase final dos Jogos Escolares

Meninas do vôlei batem Comitê Olímpico e vão às semifinais

Ana Marcela Cunha é ouro na maratona aquática
Ponta-grossenses disputam os Jogos Escolares do Paraná
Thiago Braz conquista bronze para o Brasil no salto com vara
Abner Teixeira perde na semi e fica com o bronze no boxe
PUBLICIDADE

Os dois clubes brasileiros estão classificados para a fase quartas de final e aguardam a definição dos adversários

Atlético Mineiro e o São Paulo se classificaram para a fase quartas de final da Copa Libertadores da América. Os dois clubes agora aguardam a definição dos outros confrontos para conhecerem seus adversários. O Galo Mineiro bateu o Boca Juniors nas penalidades e o São Paulo venceu no tempo normal o Racing (ARG).


Atlético-MG 0x0 Boca Juniors (Penaltis 3x1)

O Atlético-MG sofreu muito, mas garantiu a classificação para as quartas de final da Copa Libertadores após derrotar o Boca Juniors (Argentina) por 3 a 1 na disputa de pênaltis (depois de igualdade em 0 a 0), em partida disputada nesta terça-feira (20) no estádio do Mineirão.

O jogo de ida das oitavas de final, realizado na última terça (13) na Bombonera, também terminou em empate sem gols. Agora, na próxima fase o time de Minas Gerais encara quem passar entre Argentino Juniors (Argentina) e River Plate (Argentina). O primeiro confronto entre as equipes argentinas terminou em 1 a 1. A vaga será definida na próxima quarta (21).

Jogando em casa o Atlético-MG começou melhor, e criou oportunidades claras com Dodô e Zaracho, que perdeu, logo aos 3 minutos, cara a cara com o goleiro Rossi. O Galo continuou mandando nas ações, em especial em jogadas de velocidade. Mas o placar permaneceu inalterado até o intervalo.

No segundo tempo a equipe argentina melhorou na partida, e chegou a marcar aos 17 minutos, quando Villa levantou bola na área, em cobrança de falta da intermediária. Everson falhou e soltou a bola nos pés de Weigandt, que não perdoou. Mas, com auxílio do VAR (árbitro de vídeo), e em meio a muita confusão, o juiz anulou o gol por posição de impedimento.

O jogo continuou muito quente, mas com poucas oportunidades de lado a lado. Com isso, a vaga foi definida na disputa de pênaltis.

O Galo começou muito mal, quando Hulk cobrou na trave. O zagueiro Rojo colocou o Boca na frente. Nacho Fernández deixou tudo igual e o goleiro Everson começou a brilhar, defendendo chute de Villa. Júnior Alonso bateu bem e colocou o Atlético em vantagem, que aumentou quando Everson pegou nova cobrança, desta vez de Rolón. Hyoran escorregou em sua cobrança e mandou longe. Mas, logo depois, é Izquierdoz quem perdeu.

Precisando de apenas um gol para confirmar a classificação, o goleiro Everson chamou a responsabilidade e bateu muito bem para garantir a classificação. Vitória de 3 a 1 do Galo nas penalidades máximas.

O Atlético-MG volta a entrar em campo, pelo Campeonato Brasileiro, no próximo domingo (25), quando recebe o Bahia no Mineirão.


Racing 1x3 São Paulo

Com grande atuação do argentino Rigoni e do garoto Marquinhos, o São Paulo superou o Racing (Argentina) por 3 a 1, em partida realizada nesta terça-feira (20) no estádio El Cilindro, em Avellaneda, região metropolitana da capital Buenos Aires, e garantiu a classificação para as quartas de final da Copa Libertadores.

A classificação veio porque o Tricolor empatou em 1 a 1 com o Racing na partida de ida das oitavas de final, disputada na última terça-feira (13) no estádio do Morumbi.

Antes de a bola rolar havia certo temor em relação ao futuro do Tricolor na competição continental. Porém, bastou o juiz iniciar o confronto para o time comandado pelo técnico argentino Hernán Crespo mostrar que foi à Argentina para lutar pela classificação.

Com o argentino Rigoni e o garoto Marquinhos, de apenas 18 anos, no comando de ataque, o São Paulo criou várias oportunidades no primeiro tempo. Mas o primeiro gol saiu apenas aos 43 minutos da etapa inicial, quando Miranda roubou a bola e lançou Marquinhos, que partiu em velocidade para finalizar de dentro da área. O goleiro Arias conseguiu defender parcialmente e a bola sobrou para Rigoni, que não perdoou.

Se no primeiro tempo o São Paulo demorou a marcar, na etapa final foram necessários apenas dois minutos. Benítez encontrou, com um ótimo passe, Marquinhos, que bateu na saída do goleiro adversário. Aos 11 minutos, o garoto de 18 anos voltou a brilhar, mas como garçom. Após arrancada ele deixou Rigoni na boa para marcar o terceiro. Aos 17 minutos Javier Correa ainda diminuiu com um belo chute da entrada da área, mas o time de Crespo foi inteligente para administrar o placar e segurar a vitória.

Agora, o Tricolor aguarda o confronto entre Palmeiras e Universidad Católica (Chile), na próxima quarta-feira (21) em São Paulo, para saber quem será o seu adversário na próxima fase. Os brasileiros venceram a partida de ida por 1 a 0.

PUBLICIDADE

Recomendados